As melhores evidências científicas aplicadas à prática

Um curso para profissionais que atuam em pré-natal. Para decisões clínicas mais seguras, efetivas e econômicas.

_________

Pré-natal baseado em evidências

Maior satisfação dos profissionais com a prática. Maior satisfação das gestantes e suas famílias com os cuidados.

Prático

Elaborado a partir de problemas clínicos, dúvidas frequentes e considerando os recursos locais.

Acessível

Bom custo-benefício e horários flexíveis, para profissionais com agendas cheias.

Atualizado

Revisão permanente de literatura, discussão de diretrizes, avaliação de protocolos.

Interativo

Princípios de aprendizagem do adulto, experiências e conhecimentos do participante são importantes.

_________

Nossa Visão

Desafios do pré-natal no Brasil

  • No Brasil não existe uma diretriz nacional de assistência ao pré-natal. Cada município ou instituição elabora seus próprios protocolos. O PRENABE apoia a elaboração de uma diretriz nacional, construída com metodologias adequadas para elaboração de diretrizes.
  • A forma como o pré-natal é organizado no Brasil não consegue dar conta de condições importantes como obesidade, violência contra a mulher, uso de substâncias, tratamento discriminatório no trabalho, etc. O PRENABE discute processos e sugere ações efetivas para estas condições, geralmente negligenciadas no pré-natal.
  • O pré-natal no Brasil tem apresentado falhas na transferência de cuidado em momentos ou condições particularmente críticos durante a gravidez, como sangramento de primeiro trimestre, hipertensão e final da gravidez. O PRENABE discute estratégias para qualificar a transferência de cuidado entre atenção primária, serviços de alto risco e maternidade.
  • O modelo de classificação de risco durante a gestação em geral se baseia em listas de condições de risco. Este modelo fragmenta o cuidado e geralmente falha na identificação de eventos adversos em mulheres sem fator de risco. O PRENABE fortalece competências para o manejo do risco, incluindo identificação e estimativa do risco individual, adoção de medidas preventivas e seguimento compartilhado com serviços de pré-natal de alto risco.
  • O pré-natal no Brasil é realizado por médicos (75%) e enfermeiros (25%). Nem todos receberam treinamento adequado em pré-natal. O PRENABE fortalece os conhecimentos e habilidades recomendados pela OMS/FIGO/ICM para que os profissionais de saúde atinjam o nível de proficiência em cuidados pré-natais.

_________

Quem somos

Edson Borges de Souza

CRM-MG 31.864

Médico obstetra. Coordenador da Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia do Hospital Sofia Feldman – BH/MG. Desde 2011 tem atuado como apoiador do Ministério da Saúde no Programa de Qualificação das Maternidades-PQM (2011), Rede Cegonha (2011-2016) e Projeto APICE-ON (a partir de 2017). Participou de seminários, cursos, oficinas e treinamentos na área de cuidados maternos, boas práticas no parto e aleitamento materno, em várias maternidades em todo o país. MBA em Administração Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas. Consultor em aleitamento materno. Membro da Modern Maternity Service System (MMSS) – Centro de Treinamento em Cuidados Maternais, da China. Palestrante nas áreas de humanização do parto no Brasil e exterior (China, EUA, El Salvador, Panamá, Uruguai). Idealizador e coordenador do curso PRENABE.

Ainda têm dúvidas ? Conheça um pouco mais sobre nossa metodologia.